Postagens

Mostrando postagens de Maio 19, 2013

Georges Didi-Huberman fala sobre Warburg e exposição no MAR

Imagem
O filósofo e historiador da arte francês Georges Didi-Huberman é o convidado principal do projeto "Histórias de fantasmas para gente grande", que promove a partir desta sexta-feira, no Rio, uma série de eventos em torno da obra do historiador alemão Aby Warburg (1866-1929). O projeto inclui duas conferências de Didi-Huberman (hoje, às 19h, no Palácio Capanema, e segunda-feira, às 19h, na ECO/UFRJ), um simpósio internacional nos dias 28 e 29, no Museu de Arte do Rio (MAR), e a exposição "Atlas, suíte", também no MAR, com curadoria do filósofo francês e do fotógrafo austríaco Arno Gisinger. As inscrições para as conferências e o simpósio já foram encerradas, mas haverá lista de espera nos dias dos eventos, que serão transmitidos emstreamingnosite do MAR.
Nesta entrevista, concedida por e-mail, Didi-Huberman fala sobre "Atlas, suíte", que será aberta dia 28 e é uma versão da exposição "Atlas", exibida pela primeira vez em 2010 no Museu Reina Sofía, …

Sobre "O avesso do imaginário"

Imagem
A AURA E O SUJEITO EM WALTERCIO  CALDAS O texto a seguir é um trecho extraído do ensaio “A aura e o sujeito em Waltercio  Caldas e Cildo Meireles”, integrante do volume O avesso do imaginário, de Tania Rivera.




Em Los Velázquez (1993), reproduzido posteriormente no Livro Velázquez(1996), Waltercio Caldas “apaga” as personagens do grande clássico da história da arte As meninas (1656), apresentando, em pequeno quadro a óleo, apenas a sala do palácio que abriga a cena da corte. O quadro não tem, é claro, a intenção de fazer-se passar pelo original – bem maior do que ele, inclusive –, mas se afirma como reprodução assumida ou, antes, mero lembrete daquela cena que se reconhece de saída, apesar da estranheza de sua “manipulação”. Ele coloca a questão do que é um quadro, um grande quadro, uma obra-prima como As meninas. Se não consiste nas personagens e no arranjo cênico entre elas, residirá ele em uma certa composição de luz? Uma arquitetura?
Para completar, uma placa de vidro semiopaca interp…