Postagens

Mostrando postagens de Junho 12, 2011

O fantasma de Sigmund: Freud e a “suspeita de si”

Texto de Vladimir Safatle, publicado, nesse final de semana, no Caderno Ilustríssima  do Jornal Folha de São Paulo
ATAQUES VIRULENTOS: Não é difícil entender por que o pensamento de Freud é objeto periódico de ataques virulentos. Definições sobre saúde, normalidade e sofrimento psíquico estão longe de ser imunes a conflitos: são aspectos de um embate social a respeito do que entendemos por "vida mutilada".
Um trabalho epistemológico digno desse nome é capaz de mostrar como a gênese de conceitos clínicos centrais depende, em larga medida, de valores que se originam fora da clínica e que a clínica toma emprestados dos campos da política, da estética, da teoria social, da moral, entre outros. Por isso, os embates em torno dos modelos de intervenção clínica diante do sofrimento psíquico acabam sendo embates a respeito de modelos de vida que procuram ter forte peso normativo. A maneira como, nos últimos 50 anos, o homossexualismo deixou de ser visto como uma parafilia (designação at…