Postagens

Mostrando postagens de Maio 4, 2008
..........................6ª. Aula ........................
...................29 de abril de 2008 ...................



O Real não é a realidade externa, material ou não, nem muito menos a realidade psíquica de Freud, constituída pela fantasia; o Real é o que subsiste a toda simbolização, é o que sempre resta, o impossível de simbolizar.
Se em Lévi-Strauss o Simbólico é o lugar da cultura, em Lacan o Simbólico não se resume a ela. Para a teoria lacaniana, o Simbólico é a rede significante, o conjunto dos significantes marcado pelo significante da falta de um significante que pudesse totalizá-lo.
O Imaginário não é a imaginação, mas o sistema dos significados ou das significações cristalizadas........................O inconsciente lacaniano

“O inconsciente é estruturado como uma linguagem.”

Ao longo de sua obra, Lacan não cansa de demonstrar a convergência do registro do inconsciente com os processos de simbolização. Isto é, a conjunção do simbólico e do inconsciente. Onde Freud sublinhou a …