quarta-feira, abril 25, 2007

Aula

Segunda aula
Resumo
Nó Borromeu
SIMBOLICO
IMAGINÁRIO
REAL
1. Sujeito do inconsciente - $
1. Eu – totalidade
1. Ser – ser de gozo
2. Duplo sentido
2. Sentido
2. não sentido/ não-senso
3. Inconsciente (Outro)
3. Identificações
3. Pulsões
4. objeto a – semblante: peito, fezes, olhar, voz
4. I(a) – falo (objeto da fantasia)
4. das Ding – a Coisa
(furo – consistência lógica)
5. amor na ordem da contingência – cessa de não se escrever.
5. amor na ordem do necessário (sintoma) – não cessa de se escrever.
5. amor na ordem do impossível – não cessa de não se escrever.

Desdobramento dos três registros:
Campo do Real:
  1. Real-real: a Coisa horrenda: a cabeça da Medusa, o alienígena do filme, o abismo, o monstro.
  2. Real-imaginário: designa não a ilusão do Real, mas o Real da própria ilusão. Esse é o ponto do Real no Outro.
  3. Real-simbólico: as fórmulas científicas sem sentido, por exemplo, a física quântica. Não conseguimos integrá-la em nosso horizonte de significações; ela consiste em fórmulas que simplesmente funcionam.

Campo do Simbólico:
  1. Simbólico-real: É idêntico ao Real simbólico, formulas sem sentido.
  2. Simbólico-simbólico: é simplesmente a fala como tal, a fala dotada de sentido.
  3. Simbólico-imaginário: os arquétipos – símbolos junguianos e coisas similares.

Campo Imaginário
  1. Imaginário-real: seria a Coisa pavorosa.
  2. Imaginário-imaginário: seria a imagem como tal, a imagem sedutora.
  3. Imaginário-simbólico: os símbolos.
Slavoj Zizek em Arriscar o impossível

2 comentários:

Anônimo disse...

Adorei a aula.. foi bastante esclarecedora.. embora seja dificil pra mim lidar com alguns conceitos da psicanálise..

allan disse...

Adorei a aula.. foi bastante esclarecedora.. embora seja dificil pra mim lidar com alguns conceitos da psicanálise..

SOBRE O NARCISISMO

Nova economia do narcisismo  Colette Soler Não acreditem que meu título venha do fato de que peguei o vírus da novidade a ...