sexta-feira, agosto 04, 2017

CURSO DE PSICANÁLISE




                                                 MUDANÇA DE SALA:  

O Curso será realizado na sala 505 do EFI - Espaço Físico Integrado - UFSC.


Objetivo do Curso: 


Apresentar através de textos e aulas expositivas o conceito de pulsão na segunda tópica freudiana, suas ressonâncias na teoria lacaniana, bem como, suas implicações para a clínica atual.

Conteúdo Pragmático:


Influenciado pelo ideal positivista, Freud incessantemente procurou aproximar a psicanálise do campo da ciência. Dentro desta perspectiva, podemos entender porque a leitura do determinismo do inconsciente foi o eixo que impulsionou todo o desenvolvimento da teoria psicanalítica, no se convencionou chamar de Primeira Tópica.

Tendo o inconsciente como conceito fundamental da psicanálise, a experiência analítica foi encarada como uma prática clínica cujo movimento visa à revelação do inconsciente. Para ultrapassar os seus conflitos psíquicos, o sujeito deveria dominar as suas representações inconscientes de maneira a torná-las consciente. 

No entanto, este modelo começa a ser modificado a partir de 1915, em A Pulsão e seus Destinos, Neste texto, inicia-se um novo caminho para a teoria freudiana. O conceito de pulsão começa a ganhar predominância e o determinismo psíquico sustentado até então, vai, pouco a pouco, abrindo espaço para o que  alguns leitores da obra freudiano chamam de indeterminismo pulsional. 

A pulsão converte-se em um conceito fundamental e o inconsciente, o recalque e a sublimação passam a ser considerados derivações da força pulsional. Ao conferir autonomia a força pulsional, torna-se possível a Freud, pensar a existência de uma pulsão sem representação. Esta possibilidade se realiza em seu texto de 1920, Mais além do Princípio do Prazer, com a formalização do conceito de pulsão de morte.

Neste curso, pretendemos fazer uma trajetória pelos textos da segunda tópica freudiana, buscando compreender a virada teórica deste movimento e seus efeitos na clínica psicanalítica de Freud a Lacan. Assim como, a importância dessa perspectiva teórica para a clínica contemporânea. 



Bibliografia: 

BIRMAN, Joel, As pulsões e seus destinos - Do corporal ao psíquico, Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2009.
_____________, Estilo e Modernidade em Psicanálise, São Paulo: Ed. 34, 1997.
FREUD, Sigmund, As pulsões e seus destinos - 1915, Belo Horizonte: Autêntica Editora, 2013.
________________, Luto e Melancolia - 1917, Rio de Janeiro: Imago Editora, 2006.
________________, Além do Princípio do Prazer - 1920, Rio de Janeiro: Imago Editora, 2006.
________________, O Eu e o Id - 1923, Rio de Janeiro: Imago Editora, 2007.
GARCIA-ROZA, Luiz Alfredo, Introdução à Metapsicologia Freudiana, Vol.III, Rio de Janeiro: Jorge Zahar Ed., 1995.
JORGE, Marco Antonio Coutinho, Fundamentos da Psicanálise - as bases conceituais - vol.1, Rio de Janeiro: Jorge Zahar Ed., 2005
LACAN, Jacques, O Seminário, livro 11 - os quatro conceitos fundamentais da psicanálise, Rio de Janeiro: Zahar Editor, 1990.
MEZAN, Renato, Freud: A trama dos conceitos, São Paulo: Perspectiva, 2011.
QUINET, Antonio, A descoberta do Inconsciente - do desejo ao sintoma, Rio de Janeiro: Jorge Zahar Ed., 2000.

Nenhum comentário:

HILFLÖSIGKEIT - DESAMPARO

ENTRE ANGÚSTIA E DESAMPARO Jacques André* À guisa de introdu ç ão, eu desejaria evocar um artigo de Winnicott publicado em 197...